Teófilo Otoni é um dos sete polos mineiros que recebe capacitação do Programa Criança Feliz

Coordenadores de várias regiões do país se inscreveram para a capacitação do programa destinado a gestantes e crianças de 0 a 6 anos

 

Durante toda essa semana, de 25 a 29/09, representantes de municípios dos Vales do Mucuri, Jequitinhonha e Rio Doce estiveram em capacitação do Programa Primeira Infância no SUAS/Criança Feliz, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). O curso foi realizado no auditório do CAIC com participação de 42 servidores que atuam na assistência social.

Honorinda Matos é a coordenadora do programa em Teófilo Otoni
Honorinda Matos é a coordenadora do programa em Teófilo Otoni

O Programa Criança Feliz visa a promoção e o desenvolvimento integral das crianças de 0 a 6 anos e mulheres grávidas, considerando sua família e contexto de vida. É uma proposta nova do MDS, e articula ações das políticas de Assistência Social, Saúde e Educação. De acordo com a coordenadora do programa em Teófilo Otoni, Honorinda Matos, o município aderiu à iniciativa desde o início de 2017. “Estamos em processo seletivo dos profissionais que vão trabalhar no programa, e agora, com essa capacitação, poderemos de fato dar início à implementação do Criança Feliz aqui na cidade”, explanou a coordenadora.

Ela explicou que o programa é desenvolvido por meio de visitas domiciliares feitas por uma equipe de visitadores ao público-alvo para estimular o vínculo afetivo c/ mães e crianças. “Hoje se percebe o quanto é séria essa questão do vínculo afetivo. Os visitadores vão levar orientações, atividades dinâmicas e também inserir nas atividades que os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) desenvolvem em todo o território nacional”, pontuou Honorinda.

Segundo Tatiane Parra, o programa prevê um atendimento integral às gestantes e crianças na primeira infância
Segundo Tatiane Parra, o programa prevê um atendimento integral às gestantes e crianças na primeira infância

Teófilo Otoni e outras três cidades-polo do Estado de Minas Gerais receberam concomitantemente a capacitação. Segundo a consultora, Tatiane Parra, como o programa prevê um atendimento integral às gestantes e crianças, os visitadores têm que ser bem preparados, e por isso, outras capacitações vão ocorrer ao longo dos próximos meses. “Neste primeiro momento, os supervisores de cada município que aderiu ao programa receberam o curso para se tornarem os multiplicadores junto aos visitantes em suas regiões de atuação. Então, ao longo desses cinco dias, trabalhamos como funciona o programa, como ele está estruturado, o modelo de governança. Ensinamos também a fazer o cadastramento de equipe e o cadastramento das visitas domiciliares no prontuário SUAS, que é nosso local de registro de visita. Um dia inteiro foi dedicado a um workshop sobre Cuidado para Desenvolvimento da Criança (CDC), que trabalha o fortalecimento de vínculo”, enumerou a consultora.

Para Tatiane, o investimento no Programa Primeira Infância no SUAS prevê um retorno a longo prazo, com menos crianças e adolescentes fora da escola, menos envolvidos com drogas e menos deprimidos.

Paola Xavier veio do Recife - Pe para ser capacitada
Paola Xavier veio do Recife – Pe para ser capacitada

O Estado de Pernambuco tem tudo para colher bons frutos com o programa. Recife está numa fase um pouco mais avançada de implementação do Criança Feliz, e de acordo com a multiplicadora Paola Xavier, o programa está sendo bem aceito pela comunidade recifense. Ela foi uma das que participaram da capacitação em Teófilo Otoni, por ser aqui uma das regiões que mais rápido foi contemplada pelo curso. “A experiência lá tem sido maravilhosa, a gente percebe a mudança das crianças, das famílias, que é muito importante essa interação. E valeu à pena vir de tão longe, porque além de ter aprendido, pude contribuir com o que temos vivido do programa na nossa região”, relatou Paola.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *