Prefeitura de Teófilo Otoni e Superintendência Regional de Ensino realizam conferência sobre meio ambiente

Cerca de 15 escolas apresentaram projetos de ação que visam transformar a realidade ambiental na região

Estudantes da rede municipal e estadual das zonas urbana e rural, educadores, autoridades e representantes de órgãos ambientais de Teófilo Otoni se reuniram nesta quarta-feira, 25/04, para a IV Conferência Municipal Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. Com o tema “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando das Águas”, o evento aconteceu no auditório da 37ª Superintendência Regional de Ensino (SRE).

Fruto da parceria entre a instituição de ensino e a Prefeitura de Teófilo Otoni, através da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, o evento foi solenemente representado na composição da mesa pela superintendente regional de ensino, Maria Helena Costa Salim, o secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcos Godinho, a presidente do Movimento Pró Rio Todos os Santos e Mucuri, Alice Godinho e o tenente Awderclaner, da 15ª Cia PM Ind MAT.

Superintendente Regional de Ensino, Maria Helena, decretou a abertura oficial da Conferência

A IV Conferência Municipal Infantojuvenil pelo Meio Ambiente teve o intuito de oportunizar aos participantes ouvir, falar, divulgar suas ideias e ações exercendo o direito de contribuir na construção de um presente e um futuro sustentável para o planeta.

Comissão Orgnizadora da Conferência reuniu servidoras da Prefeitura e da SRE

Ao decretar oficialmente a abertura do evento, a superintendente Maria Helena Costa destacou o quão pertinente é envolver a classe estudantil com a temática ambiental. “Que bom que estamos dedicando parte do nosso tempo discutindo sobre as nossas riquezas naturais, pois às vezes não damos a importância devida. Apesar dos esforços de movimentos como o Pró-Rio Todos os Santos em nossa região, falta uma política voltada para a preservação de fato do meio ambiente”, disse Maria Helena.

Marcos Godinho ressaltou que a reflexão ambiental deve estar presente no ambiente escolar durante todo o calendário escolar

Para o secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcos Godinho, através da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, os estudantes têm a oportunidade de aprender e multiplicar práticas sustentáveis. “Não basta que as escolas trabalhem essa temática apenas em datas específicas do calendário. Como educadores, temos que ter o compromisso de levar as crianças e adolescentes a fazerem essa mudança como jogar lixo na lixeira, apagar as luzes e aparelhos elétricos ao sair de algum espaço, fazer a reciclagem em casa em vez de esperar só pelo poder público”, enumerou o secretário.

O biólogo Antônio Marcos ministrou a palestra ”Vamos cuidar do Brasil cuidando das águas”

A Conferência contou com apresentação artística de alunos do Coral Asas, da Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida. Eles fizeram uma paródia cuja letra estimulava a conscientização sobre os cuidados com o meio ambiente. Em seguida, o biólogo Antônio Marcos Pereira ministrou a palestra “Vamos cuidar do Brasil cuidando das águas”, em que abordou diversos aspectos relacionados à temática. “Eu trouxe à tona a relação das florestas com a água na nossa bacia hidrográfica, as consequências de determinadas atividades em relação à disponibilidade desse líquido hoje para os seres humanos, como o desmatamento e a manutenção deficiente de estradas vicinais, além de ter apresentado também sobre a importância da Área de Preservação Ambiental (APA) do Alto do Mucuri como unidade de conservação de uso sustentável”, relatou o palestrante.

A estudante Emanuele Pereira vai ser uma das delegadas que representarão Teófilo Otoni na Conferência Estadual

A estudante do 9º Ano da Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, Emanuele Pereira, esteve entre os participantes da conferência. Na ocasião, ela e alguns colegas apresentaram um projeto de ação que estão desenvolvendo na comunidade escolar em que pertencem, o qual visa vencer as dificuldades relacionadas à preservação e economia de água. “Nosso projeto é de atuação com os alunos das séries iniciais, tendo em vista que os maiores devem ensinar para os menores. Na escola fizemos palestras, apresentações musicais, literárias e atividades em parceria com a Polícia Ambiental utilizando elementos da realidade ambiental existente no bairro onde está nossa escola como situação dos córregos, esgotamento sanitário e outros”, explicou a adolescente, que será uma das delegadas na V Conferência Estadual, prevista para maio.

Cerca de 15 escolas apresentaram projetos de ação que visam transformar a realidade ambiental na região

Cerca de 15 instituições educacionais apresentaram seus projetos durante o evento. Cinco foram selecionadas para representar Teófilo Otoni na Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *