Hospital Municipal Raimundo Gobira oferece capacitação para profissionais da saúde

Curso é ofertado em parceria com empresa fabricante de curativos e visa otimizar a utilização desse material por parte dos enfermeiros, médicos e técnicos de enfermagem

A capacitação contou com mostra de produtos utilizados em tratamento de feridas
A capacitação contou com mostra de produtos utilizados em tratamento de feridas

Com o objetivo de proporcionar aos profissionais da saúde uma atualização quanto ao tratamento de feridas, a direção e comissão de curativos do Hospital Municipal Dr. Raimundo Gobira está promovendo, nos dias 04 e 05/10, uma Capacitação sobre Fisiologia da Cicatrização e Coberturas. Durante toda a manhã, em torno de 160 agentes, divididos em duas turmas de enfermeiros, médicos e técnicos de enfermagem do hospital e da atenção básica da zona urbana e rural de Teófilo Otoni estão participando do curso no auditório da UNIPAC.

Narley Alves explicou que o curso visa orientar os profissionais da saúde quanto ao uso otimizado de curativos
Narley Alves explicou que o curso visa orientar os profissionais da saúde quanto ao uso otimizado de curativos

O conteúdo está a cargo da empresa parceira Coloplast, de Belo Horizonte, que está abordando sobre a fisiologia da cicatrização, com explicações a respeito do funcionamento desse processo e do modo como age cada cobertura, esta última mais conhecida como curativo. De acordo com a coordenadora do Ambulatório de Lesões e Comissão de Curativos do Hospital Municipal Dr. Raimundo Gobira, Narley Alves, ainda há muitos mitos com relação à cicatrização, o que justifica a discussão do assunto junto aos profissionais. “São vários os produtos disponíveis para tratamento de feridas, sendo que onde usar cada um e porque usar é pautado na fisiologia. Não estamos apresentando aqui nenhum remédio milagroso, mas produtos com base fisiológica, que justifica terem um efeito tão bom. Sendo assim, o curso é teórico, mas inclui apresentações de casos clínicos e demonstrações do material também”, explanou a coordenadora.

Ela disse que todos os anos o Raimundo Gobira oferece cursos nessa área, mas desta vez o público-alvo foi ampliado. “A intenção é descentralizar o serviço. A intenção é que os profissionais da saúde usem as coberturas (curativos) de uma maneira mais otimizada. As coberturas ficam estocadas no Raimundo Gobira, de onde é feita a dispensação para as demais unidades de saúde da cidade e distritos, e como são trocadas no paciente com um período de tempo maior, o enfermeiro consegue dar uma assistência melhor ao usuário, ou seja, consegue-se otimizar o trabalho da atenção básica, que não tem como visitar o paciente todos os dias e ainda se obtém um trabalho de excelência, garantindo que esses pacientes se recuperem o mais rápido possível, a um custo menor”, esclareceu Narley.

De acordo com a coordenadora, o município tem apresentado resultados muito bons. “Pessoas que já tinham indicação de amputação de membro, hoje, graças a Deus, estão aí andando normal porque a gente investiu nessa tecnologia e trata essas feridas de uma maneira diferenciada”, pontuou.

Cíntia Gomes disse que o Ambulatório de Lesão tem se especializado e se atualizado para ofertar um serviço de qualidade
Cíntia Gomes disse que o Ambulatório de Lesão tem se especializado e se atualizado para ofertar um serviço de qualidade

O alto investimento que a prefeitura faz na aquisição de curativos de alta tecnologia está relacionado ao fato de o Hospital Municipal Dr. Raimundo Gobira ser, desde 2014, referência em trauma ortopédico. Segundo a responsável técnica do Departamento de Enfermagem do Hospital, Cíntia Gomes, o Ambulatório de Lesão tem se especializado e se atualizado para ofertar um serviço de qualidade e excelência na área. “Atendemos a todos os municípios circunvizinhos, o que se configura entre 200 e 220 cirurgias por mês”, contou Cíntia.

Anne Grazielle buscou fazer a capacitação por acreditar que a iniciativa vai enriquecer seu trabalho
Anne Grazielle buscou fazer a capacitação por acreditar que a iniciativa vai enriquecer seu trabalho

Funcionária da Unidade Básica de Referência (UBR) Palmeiras, Anne Grazielle buscou fazer a capacitação por acreditar que a iniciativa vai enriquecer seu trabalho. “É sempre válido adquirir mais conhecimento e assim, contribuirmos na melhora dos pacientes quanto aos procedimentos referentes à cicatrização de feridas”, destacou a enfermeira Anne.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *